Foz é um dos destinos mais seguros do Brasil

Assim como o lugar mais charmoso de Foz do Iguaçu, o Marco das 3 Fronteiras, dos atrativos aos hotéis e restaurantes, todos obedecem rigorosamente aos protocolos de segurança sanitária.

Um dos destinos turísticos pioneiros no Brasil em adotar rigorosos protocolos de segurança sanitária, para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, Foz do Iguaçu é recompensada com o aumento do número de visitantes e é referência para outras cidades brasileiras que também têm no turismo uma das bases de sua economia.

Créditos fotografia: Adriano Kirihara

Todos os protocolos de segurança sanitária estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Prefeitura de Foz do Iguaçu são adotados à risca nos atrativos, nos hotéis e nos restaurantes da cidade. Além de totens com álcool em gel 70% espalhados para facilitar a higienização das mãos, delimitações para distanciamento de dois metros, medição de temperatura e uso constante de máscaras, tanto de colaboradores como de visitantes, os atrativos também operam com o número de turistas que possibilita garantir toda a segurança.

Créditos fotografia: Nilton Rolin

Também já não se formam filas para a compra de ingressos, como antigamente. Agora, a venda é apenas pela internet. Cada atrativo também montou uma barreira sanitária, com tapete sanitizante, limpeza extra em itens de toque e aplicação de questionário sobre sintomas respiratórios. Os colaboradores estão preparados para reconhecer sintomas compatíveis com a covid-19.

Créditos fotografia: Nilton Rolin

O presidente do Visit Iguassu, Felipe Gonzalez, lembra que as medidas abrangem também o transporte individual e coletivo de turistas, o atendimento em agências de viagens e demais atividades ligadas ao turismo. “As medidas foram tomadas para estimular a retomada do crescimento da cidade e minimizar os impactos econômicos provocados pela pandemia. E deram tão certo que acabaram servindo de modelo para outras cidades e destinos turísticos do Brasil”, conta Gonzalez.

Créditos fotografia: Nilton Rolin

Certificação sanitária

Atrativo mais visitado do destino, o Parque Nacional do Iguaçu, onde estão as Cataratas, conta com o Certificado de Responsabilidade Sanitária e o Selo de Ambiente Protegido, que funciona como um aval do comitê multidisciplinar criado para conter o novo coronavírus. Para obter a certificação, os estabelecimentos passaram por rigoroso processo de visitações e auditorias, coordenadas pelas entidades envolvidas no projeto.

Créditos fotografia: Nilton Rolin

Segundo Adelio Demeterko, diretor do grupo Cataratas do Iguaçu S.A., “os turistas podem visitar uma das sete maravilhas naturais do mundo com a tranquilidade de que no Parque Nacional estão sendo cumpridas todas as exigências para a garantir maior proteção contra a covid-19”.

Créditos fotografia: Kiko Sierich

Os atrativos do Complexo Turístico Itaipu, na margem brasileira, também contam com a certificação. “O novo turista, mais consciente, dará preferência a um destino com atrativos naturais e seguro na área de saúde. Todos os nossos colaboradores foram capacitados para atender os turistas com segurança e estão engajados para frear a contaminação do vírus e dar continuidade às atividades turísticas, tão fundamentais para a saúde econômica da cidade”, analisa o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

Créditos fotografia: Kiko Sierich

Economia

O que anima os agentes de turismo é que a retomada deu um novo fôlego aos empresários e está garantindo empregos. A rede hoteleira, por exemplo, tem cerca de 180 estabelecimentos, que oferecem 30 mil leitos e, de acordo com o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (Sindhotéis), o setor está revisando diariamente os protocolos. Sobretudo em relação à higienização, que “está ligada diretamente à saúde e ao bem-estar do público que recebemos em Foz do Iguaçu”, como afirma o presidente do Sindhotéis, Neuso Rafagnin.

Créditos fotografia: Visit Iguassu

“O momento exige cautela e responsabilidade com as vidas que recebemos em nossos espaços. Estamos respeitando os direcionamentos da OMS e da prefeitura a fim de trazer bem-estar e segurança aos visitantes”, diz Rafagnin. Ele acrescenta que hoje Foz vive uma retomada sustentável e segura do turismo, atividade que responde por grande parte dos empregos e da renda do município.

Créditos fotografia: Visit Iguassu

Ingressos online

Tanto no Complexo Turístico Itaipu como no Parque Nacional do Iguaçu e outros atrativos de Foz, a venda de ingressos é on-line, para evitar aglomeração. Com isso, o turista garante o dia e o horário da visita, já que os atrativos estabelecem uma limitação no número de visitantes.

Créditos fotografia: Nilton Rolin 

Desde que reabriu, em 4 de agosto, o Parque Nacional do Iguaçu vem fazendo ajustes na operação, para atender os visitantes com o máximo de segurança. Até outubro, o parque recebia apenas 350 visitantes por hora. O número foi ampliado para 525 por hora, depois de seguidas análises concluírem que não haveria qualquer risco adicional.

Créditos fotografia: Nilton Rolin

Inicialmente, também, o parque funcionou apenas seis dias por semana, fechando ao público nas segundas-feiras. A partir do dia 26, voltará a abrir às segundas, para atender à crescente procura, já que começa a alta temporada de visitação. Segundo a assessoria da Cataratas do Iguaçu S.A., a ampliação do número de visitantes foi analisada com “bom senso”, já que representa um ponto de equilíbrio entre a questão da saúde e a econômica.

Central de Atendimento (WhatsApp): +55 (45) 9137-3444 (wa.me/554591373444).

 

Compartilhe com seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Como você avalia este conteúdo?

Você também pode gostar ...

As inscrições para a 13ª edição da Meia Maratona das Cataratas, uma das provas mais fascinantes do mundo, continuam…
Ligue para o telefone 156 e carimbe seu passaporte nos principais atrativos de Foz Créditos fotografia: Adriano Kirihara O…
O Marco das 3 Fronteiras, ponto de encontro de iguaçuenses e turistas, está aberto para a visitação pública, de…
Open chat